RISOTAS E MAIS RISOTAS

 
UMA PIADA MUSICAL
 
(antes de ver o video, tecla ESC para interromper a música deste espaço)
 
  

 
ANÚNCIOS PORTUGAL
  

 

Pequeno Dicionário Paulistanês 452 anos

 

INTÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO – Então, em paulistês, típico das paulistas do sexo feminino, cumprimentando um paulista do sexo masculino com um carro que lhes excita.

QUER QUE EU LIGO? – Quer que eu ligue? em paulistês, uma das variações do português muito comum em São Paulo.

MAGÍÍÍÍÍÍNA – Imagine em paulistês, significa qualquer coisa, ou seja, não significa nada.

AS MINA TÃO PAGANDO UM PUTA PAU – AS MINA são as mulheres, com o plural típico paulista (não tente utilizar na capital paulista o que você aprendeu sobre plural nas escolas fora de São Paulo, você não será compreendido).

PAGANDO PAU, em paulistês, seria o ato de uma ou mais mulheres mostrar em, em olhares, gestos ou expressões corporais, que desejam sexo ou simplesmente dar uma volta no seu carrão 0 Km.

É UM ASSALTO! – É o mesmo do que em qualquer lugar do país, só que em São Paulo o assalto não aparece no Jornal Nacional e, por isso, os paulistas tentam acreditar que eles não existem.

CHACINA – Versão paulista de limpeza étnica desejável, que faz parte do programa de extermínio, patrocinado pela população.

VAI CHOVER – Aviso cifrado que significa a proximidade de caos urbano, trânsito, enchente, correria, pânico, afogamentos, inundações, violência, assaltos, saques e outras coisas corriqueiras em períodos de precipitação pluviométrica. Versão paulista do Dilúvio de Noé.

BAIANO – Qualquer pessoa nascida no nordeste e que não está por perto, já que, por perto, ninguém tem coragem de dizer isso.

CUZÃO – Paulista do sexo masculino sem dinheiro.

GATO – Paulista do sexo masculino com dinheiro.

DEUS GREGO – Paulista do sexo masculino com muito dinheiro e que trabalha tempo suficiente para a sua mulher contratar um personal trainer por algumas horas do dia.

MINA LEGAL – Mulher paulista que você consegue impressionar com seu carro, em geral encontrada no banco de trás, aguardando o momento de falar futilidades ou tirar a roupa (no escuro).

PUTA – Advérbio de intensidade. Muito. Ex: Puta frio, puta calor ou puta trampo.

CARRO NOVO – Prótese peniana.

CHOPPS – Versão paulista de chopp, só que quente.

SHOPPING – Versão paulista de praia, onde os desocupados se encontram, levando seus cartões de crédito para passear.


Tipos de sogra

 

– Sogra tranquila (sogronis nadelas): É uma espécie bem resolvida. Deixa o filhote livre para namorar sem fazer perguntas. E ainda serve chá com biscoitos quando a (o) conhece. Migra várias vezes por ano, deixando a casa liberada.

– Sogra jararaca (sogronis peçonhentus): Essa é um perigo. Sua língua venenosa acaba com as tentativas de namoro do filhote. É o tipo mais comum.

– Sogra querida (sogronis simpaticcus): Espécie amorosa, que adota as namoradas(os), escuta seus problemas e torce pelo namoro. Rara e em extinçao, quem captura não solta.

– Sogra intrometida (sogronis enxeridis): Se mete quando você menos espera e adora elogiar a ex-namorada(o) dele(a). Vence sua presa no cansaço. Costuma ir morar com o filhote quando ele(a) se casa.

– Sogra dupla face (sogronis falsidis): Faz a linha fina, mas na real quer puxar seu tapete. Nunca faz nada contra você perto do filhotão(ona) para que ele(a) nao acredite nas suas reclamações. Dê presentes ou arrume uma companhia para ela da mesma espécie do sexo oposto, caso não tenha, para ela voltar a sair para passear.

– Sogra fashion (sogronis modernetes): Ela não quer saber quem você é, mas o que você veste. Se você for básica(o), já era. Para ela, nora ideal usa scarpin com meia, customiza o uniforme e faz artesanato com o copo de requeijão.

 
 

Um cadinho sobre mim


                  http://flash.picturetrail.com/pflicks/2/panels.swf      


Sou baiana de Salvador, desde que nasci… ôxente!
Viajei muito a trabalho pelo Brasil e pela Europa. Vi gente diferente e lugares especiais.
Aprendi que a felicidade não está fora de mim. Posso ser feliz em qualquer lugar porque levo o que preciso comigo.
Tive muitos amores especiais na vida… são ainda hoje amigos amados…
Que sorte ter partilhado um cadinho do meu viver com tantas pessoas incríveis!!!!!!!!!!!
 
Vim para Portugal em 1998 por um grande amor…  que acabou 8 anos depois.
Mas deixou-me um lindo filhote e muitas recordações maravilhosas.
Depois surgiu um novo amor… que hoje é um amor feliz e o melhor amigo do mundo: meu bichinho!
 
Para além deste bichinho, tenho mais 4.
Uma filhota de 23 anos e o filhote dela, com 6 anos. 
Também tenho um filhote bichinho… da mesma idade do meu neto… com 6 anos.
E por fim um cãozinho yorkshire que é um mimo… e me acompanha há mais de 10 anos.
Assim, tenho uma casa repleta de bichinhos barulhentos!!!!
 
Gosto de dançar, de cinema e de meditação. Não necessariamente nesta ordem.
Não tenho religião. Pratico meditação e Reiki… todos os dias!
Sou pessoa de muitos conhecidos e poucos amigos.
Adoro crianças pequeninas… têm cheirinho de anjo, de céu, de eternidade.
 
Meu sonho: ganhar um dinheirinho extra para abrir um centro de medicina alternativa.
Gostaria de ser voluntária nestas actividades.
 
Tenho saudades da Bahia, de mainha, do mano e da mana que lá estão.
Há também amigos queridos por lá. Ai saudades!!!!!!!!  Mas já lá chego.
 
Essa sou eu. Essencialmente feliz. Grata pela vida que tive e tenho.
Confiante num futuro maravilhoso, como foi o meu passado e é o meu presente.
 
Kátia
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s